Buscar

O que o estudo de música traz para a vida?

Texto elaborado por Cintya Soares Musicista, Fonoaudióloga, Mestre em Educação


Olá! Como Educadora Musical, quero trazer aqui pra você alguns benefícios do estudo de um instrumento musical para a vida. Esses benefícios podem ser percebidos em crianças bem pequenas, jovens e adultos.


CONCENTRAÇÃO:



Ainda que estejamos rodeados dos mais variados tipos de som o tempo todo (barulho dos carros, canto de um pássaro,...), esses sons passam despercebidos. Porém, quando estudamos um instrumento musical, começamos a ter mais consciência da diferença de sons e de questões auditivas ao nosso redor. Passamos a ter mais atenção ao som das melodias e os sons começam a agradar mais ou até mais a incomodar. Isso exige mais a nossa concentração na música, auxiliando até para esquecer problemas do dia-a-dia e aliviando o stress.


COORDENAÇÃO MOTORA:



Você já tentou fazer uma coisa com a mão direita e outra coisa diferente com a mão esquerda simultaneamente?

É bem complexo e difícil fazer isso! Quando se estuda um instrumento musical, cada mão faz uma função e as duas se harmonizam quando trabalham juntas.

Também trabalhamos a coordenação motora, a concentração. A função cerebral está em grande funcionamento, o que nos proporciona relaxamento corporal.


SENSIBILIDADE



Quem toca um instrumento musical tem um aumento da sensibilidade. Como assim?

Tendo contato com músicas de vários compositores e diferentes intérpretes, podemos sentir e incorporar os sentimentos que aquela canção traz junto com ela. Também viajamos no tempo quando tocamos músicas antigas, atuais e, sem dúvida, aumentamos o nosso repertório musical.

Estudar um instrumento musical desenvolve e aguça nosso desenvolvimento pessoal.


CONTROLE EMOCIONAL



As músicas podem ser alegres, tristes, melancólicas, rápidas, lentas, .... E o músico tem que expressar aquele sentimento que a música transmite.

Para tanto, é preciso um controle emocional para transmitir aquele sentimento à pessoa que ouve.

E isso é trabalhado ao decorrer do estudo do instrumento.


AUTO DISCIPLINA



Para se executar bem um instrumento musical, é necessário bastante

estudo e dedicação. O estudante começa a traçar metas (horários, dias, períodos) e, disciplinado, consegue alcançá-las. E a auto disciplina traz um grande sentimento de satisfação, podendo ser aplicada a outras áreas do conhecimento que o estudante tem na vida.


AUTOCONHECIMENTO



Com o estudo de um instrumento musical, descobrimos o que temos

mais facilidade ou pontos que devemos nos dedicar mais ao estudo.

E, podemos levar isso para nossa vida: alguma coisa que tenho mais dificuldade para fazer, outra mais facilidade e, assim, percebemos o quanto o cérebro é estimulado com a música. Então, a Música também funciona como autoconhecimento do ser humano.


MEMÓRIA



Conforme o repertório vai ampliando, o aluno vai conhecendo novos

conceitos da música, memorizando frases, notas, compassos,

melodias, ritmos e essas nuances musicais quando são memorizadas

ativam a parte do cérebro que trabalha com essa função. Interessante também é a memória musical afetiva. Ao ouvirmos uma melodia que nos traz boas recordações da infância, de algum momento bom ou ruim que tivemos na vida, a memória desperta para aquele momento que ficou registrado no cérebro.





12 visualizações0 comentário

© 2020 Feito com muito carinho por Agência Zum

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle